Notícias

Outubro no c.e.m

12.10.2020

Outubro no c.e.m

Nova temporada

Nunca o não-saber que tanto praticamos se materializou no mundo como agora. O que é começar uma temporada? Nunca o começar-continuar que é a resistência de existir foi tão profundamente solicitado e nos puxa a barra das calças de cada vez que fazemos o que antes tínhamos como gestos banais, quotidianos, quase inseparáveis do que chamamos eu. Nunca como agora o chamamento do que é para cada um o tecer contínuo, o que nutre, capacita, devolve mundo; sustenta um caminho vibração de vida e de vontade de viver se tornou tão evidente. Todas as temporadas sacudimos os lençóis do que podem ser práticas que se vão esclerosando na forma ou reforçando circuitos fechados de modos de fazer. Nunca como agora se tornou tão evidente que é a própria pergunta “o que é recomeçar uma temporada?” que precisa de ser co-pensada. Tantos anos a dizer que o que nos inquieta não está na forma e agora é o dissolver das formas que se mostra em todo o seu esplendor convidando-nos a adentrar irremediavelmente nessa questão… be careful what you wish for, ’cause it just might happen…
queremos tomar este tempo para acompanhar os sonhos, os desejos, as correntezas de quem quer lado-a-ladar, e co-inventar as formas de se dar esse lado a lado. Formas novinhas em folha, embora algumas se alicercem em ferramentas que os novos tempos têm feito descobrir. Confiar na proximidade e na co-vibração que sempre sentimos ser o motor dos conteúdos que estudamos, inventamos, descobrimos e re-adentramos uma e outra vez surpreendendo-nos magicamente com o que sempre esteve lá.
O que é co-pensar uma temporada? Poderá ser co-ouvir presenças em presença com presenças em distância, sentir o mesmo fuso horário atravessando os corpos que atravessam, interouvindo adentramentos. Poderá ser a descoberta de um movimento que se desdobra no tempo pensado para um tempo mais tarde, ressoando com corpos futuros que se hão-de juntar, pode ser abrindo as portas à potência da geração de atmosferas, que mancham e remancham quem vamos sendo em nossas casas, enquanto vamos à rua, enquanto nos juntamos em pequenos grupos de aproximadores físicos. Pode ser tanta coisa que o difícil é fechar a boca de tanto espanto pela abundância que o corpo generoso proporciona.
Durante estes dias estaremos a pensar em formatos capazes de suportar e catapultar as generosidades sonhadas. Estamos a pensar criar um blog para ir dando conta do que andamos a pensar, para ouvir comentários, disponibilidades, sonhos, e chegar a uma probabilidade de grelha (des)horária de convites. Umas de entrada livre, outras requerendo algum valor para participar ou para downlodar. Também acarinhar o fazer de conteúdos que possam ressoar com corpos vibrantes. Audio-books, co-escritas, co-pensamentos…Mais notícias em breve!

Aqui algumas linhas com desejo de forma para a nova temporada que se vão aparecendo.

 


 

Estas aqui pela mão da Mariana Lemos

Um convite para voltar a ter fôlego….voltar a tecer algo que tem um caminho muito certo mesmo na incerteza do que é caminhar. O cem, para mim, tem sido ao longo dos anos, um espaço para praticar e aprender a nossa imparável capacidade de reinvenção e co-criação. Nos meses de outubro e novembro, vamos abrir o convite com cuidado, carinho, atenção e a confiança necessárias para a dança acontecer, com diversas formas e propostas… presencialmente, on-line, partilhando o espaço da casa-coração-estúdio branco do c.e.m com até 6 pessoas ou  num espaço virtual, que curiosamente pode aproximar distâncias… ou ainda em sessões um-a-um, que vão se desenhar no encontro com cada qual. Um desejo de criar pontes para um presente futuro! Escrevam, perguntem, tô por aqui com amor e coragem, Mariana  marianachristlemos@gmail.com

 

PRÁTICAS DE AFINAÇÃO DA PRESENÇA
corpo, dança e movimento
Mariana Lemos convida
ao vivo
on-line
grupos de 6 (presencialmente)
encontros um-a-um

Segundas e quartas | 13h-14h30 (presencialmente)
podemos aceitar até 6 pessoas
25€/1 x semana
35€/2 x semana
inscrições em cem@c-e-m.org

Segundas e quartas | 15h – 16h (on-line)
transmissão a partir do estúdio-casa c.e.m
valores pensados especialmente para Portugal e ajustados ao Brasil
*25€ mensal (até 8 sessões) ou 5€/sessão
mais detalhe, inscrições, pagamentos e envio de link marianachristlemos@gmail.com

Segundas-feiras | 18h30 – 20h (presencialmente)
podemos aceitar até 6 pessoas
30€ mensal
inscrições em cem@c-e-m.org

Sessões de trabalho um-a-um
mais informações e combinações marianachristlemos@gmail.com
(Início a partir do dia 7 de Outubro)

Conteúdos:
Afinar a presença dançando. Ativar o desejo. Encontrar prazer e liberdade. Percorrer as lágrimas do corpo. Surfar o arrebatamento musical e compor o gesto. Aprender a amar Lisboa. Ser mundo. Silenciar diante do assombro do nosso tamanho… Tecer a delicadeza, trabalhar a resistência. Encontrar companhia para o mergulho. Viva a vertigem do desconhecido. Viva a poesia!
Proponho nessas sessões a dança como uma experiência de criação que permite demoradamente e repetidamente, aceder ao corpo. Sentir, deixar aparecer o gesto, reconhecê-lo e, a partir daí, sugerir caminhos de movimentos a serem explorados, criados, transformados. Estes encontros emergem como pesquisa, fazem-se em conjunto. Os convites são lançados e as propostas surgem do encontro com cada pessoa. É no feedback, na ressonância do convite, na sugestão e no acompanhar que acontece a dança. Neste sentido, exercitamos um espaço de co-criação. O plano de trabalho é um chão para percorrer o momento e não um guião fechado. A música está sempre por dentro, é uma paixão. E Lisboa também.

A Mariana é bailarina, professora apaixonada, encenadora, aprendiz de produtora e amante da música. Pesquisa incansavelmente (procurando encontrar sempre mais perguntas) O que pode um corpo que escuta dançando…  a si própria, a música, a cidade, o outro, a parede, os sonhos, etc etc etc. no enquanto… no presente… Aprende, trabalha e colabora com diversos artistas da dança, da performance e da música. Faz parte do c.e.m desde 2004.

Outros projetos que integra:
www.coletivolagoa.com
https://www.facebook.com/afara.ponte

 


 

Aqui algumas linhas com desejo de forma para a nova temporada, agora pela mão da Valentina Parravicini!

Dança entre o céu e a terra
com Valentina Parravicini
Encontros dançados no c.e.m – centro em movimento
Nestes tempos turbulentos em que o toque nos é muitas vezes interdito, não podemos deixar de tocar a terra, de sermos tocados por ela. Não podemos deixar de tocar o céu, de sermos atravessados por ele a cada respiração.
A terra é a concretude que nos suporta e impulsiona, que nos recebe e empurra para o movimento.
O céu é a atmosfera que nos inunda, impalpável, e que continua no infinito do sonho e da poesia, o que nós contém e o que contemos em nós.
Penso no corpo como lugar de encontro entre o céu e a terra, onde os pensamentos se enraízam, os fluídos inventam outras leis e desafiam a gravidade, ossos, músculos e desejos criam arquitecturas instáveis e deslocam o horizonte.
Penso no corpo como lugar de encontro entre a terra e o céu, que recebe forças e as redirecciona para construir outras possibilidades, danças que nos conectam com nosso estar no mundo e criar mundo a cada respiração.
As aulas são um convite aberto a curiosos do corpo com ou sem experiência em dança que queiram se movimentar no espaço de possibilidades entre a terra e o céu. Propõem um percurso de investigação e experimentação da fisicalidade a partir da escuta do corpo e da observação das relações com o espaço e o tempo em que se move.
Encontros presenciais Terças e Quintas das 9h às 10h30
(podemos aceitar até 6 pessoas)
Primeiro ciclo de encontros: de 13 Outubro até 5 Novembro
(dias 13, 15, 20, 22, 27, 29 Outubro, 3 e 5 Novembro)
Segundo ciclo de encontros: de 10 Novembro até 10 Dezembro
(dias 10, 12, 17, 19, 24, 26 Novembro, 3 e 10 Dezembro)
Valor por ciclo de encontros
Para mais informações e inscrições: valeparravicini@yahoo.it e cem@c-e-m.org(colocar no assunto: inscrição Valentina Parravicini)
Imagem: José Caldeira
——————————————————-
Para aqueles que querem mesmo mesmo experimentar uma nova aventura com o Peter Michael Dietz!!!
AVANÇO
Com Peter Michael Dietz
(presencialmente – podemos aceitar 6 pessoas)
Terças e Quintas (início a 13 Outubro)
Das 18h30 às 20h
Mais informações e inscrições em cem@c-e-m.org e 21 8871763 (colocar no assunto: Inscrição Peter)
Imagem: Play Bleu with The Green Man in Castelo de Artes – Castelo Branco
c.e.m – centro em movimento
Rua dos Fanqueiros, n. 150 – 1. andar
1100-232 Lisboa
—————————————————–
Segue aqui o convite da Dally Schwarz e do Marcos Aganju para o LABORATÓRIO DE INTERAÇÕES SONORAS, VIBRACIONAIS E ENCORPORADAS!!
Olá Pessoal,
Vamos seguir com nossos convites do LAB interações sonoras, vibracionais e encorpadas e gostaríamos de contar com presenças vibrantes e potentes em tempos de coronavírus!
Serão 6 sessões este ano:
23 e 30 de outubro
20 e 27 de novembro
11 e 18 de dezembro
São práticas de 2 horas abertas a todas as pessoas interessadas em artes performativas, som, dança e conexão sutil.
Vamos ter um trabalho entrelaçado de dança e som conduzido pela Dally e pelo Marcos com enfoque: no aterramento do corpo; na abertura e disponibilidade para entradas e saídas do ar na geração de som; na meditação ativa através das ondas sonoras, para equilibrar as frequências do corpo energético e expandir em movimentos.
Estamos mesmo muito intrigados com toda essa matéria corpo como canal de trocas vibracionais no mundo.
Vamos estar com no máximo 6 pessoas, respeitando as orientações relativas ao estúdio do c.e.m – centro em movimento.
Por isso, pedimos que as pessoas interessadas façam uma inscrição prévia através do email:
No assunto colocar por favor: Inscrição Dally e Marcos
O valor será 12€ por encontro